Netflix agora disponibiliza downloads para computadores

Image result for Netflix agora disponibiliza downloads para computadores

A Netflix é uma empresa que sempre procura disponibilizar filmes e séries de uma maneira mais confortável para os seus clientes que têm o poder de decisão sobre quando e como assistir o seu conteúdo preferido e poder pausá-lo no momento que desejar.

Um novo recurso que agora está habilitado para uma transmissão mais completa é o download de filmes e séries para computador, quem é usuário do Windows 10 poderá baixar o conteúdo que deseja e assistí-lo quando quiser sem precisar de uma conexão com a internet.

Antes que o download para computadores fosse liberado a Netflix já havia disponibilizado o recurso para smartphones. O download ainda não pode ser feito por um navegador, é necessário instalar o aplicativo específico da Netflix. Quem não tem o Windows como sistema operacional e possui o Mac, terá que esperar para que seja liberado o download que ainda não tem uma data prevista.

Apesar da grande oferta de conteúdo que a Netflix disponibiliza para os seus usuários, alguns títulos não estão disponíveis para download como os filmes da Marvel.

O aplicativo além de ser usado para Windows também pode fazer o download do conteúdo nos celulares. Quem detectou esse novo recurso foi um blog italiano que fala sobre as funções do Windows. Não houve nenhum comentário sobre essa função pelas empresas na mídia, o que demonstra a discrição desse serviço.

Desde que começou a produzir seus próprios filmes e séries, a Netflix vem incomodando diversos meios de comunicação, entre eles a TV paga e a TV aberta. A qualidade do conteúdo original dessa empresa tem se igualado às grandes produções cinematográficas e por isso conseguiu atrair tantos clientes ao redor do mundo. No seu início a empresa apenas fazia a entrega do conteúdo que tinha em seu catálogo por meio de fitas de cassetes para os consumidores que desejavam o conforto de ter a entrega da fita em sua residência. Com o avanço da tecnologia a empresa não ficou parada e decidiu também evoluir, e assim começou a disponibilizar conteúdo online sem limites.

O primeiro conteúdo da empresa se baseava em alguns títulos conhecidos mas que chamavam a atenção de um público ávido por séries e filmes. Com o passar do tempo, o sistema da Netflix foi se sofisticando para indicar um conteúdo que mais teria a ver com as preferências dos usuários e assim fidelizá-los.

O sucesso ao redor do mundo foi tão grande que hoje a empresa é um dos principais meios de comunicação que tira o poder da TV trazendo uma produção com qualidade, com artistas internacionais e também locais para todo o mundo. A criatividade da empresa quebrou com paradigmas de marketing dos tradicionais veículos de comunicação, e desse modo gerou uma imagem de uma empresa com uma linguagem atual que sabe cativar os seus clientes com ações marketing estratégicas e eficazes. A Netflix apesar de ter conquistado o seu espaço na transmissão de stream sempre quer evoluir junto com os recursos que surgem para melhorar a experiência do usuário.

 

O importante papel da liderança na crise financeira, segundo o empresário Duda Melzer

Falar em liderança não é algo tão simples assim. Liderar é uma qualidade que nem todas as pessoas conseguem desenvolver, pois requer vários requisitos, como a atitude e o compromisso. E para falar sobre esse assunto, ninguém melhor que Duda Melzer, presidente e chairman do Grupo RBS. Com uma carreira já consolidada e possuidor de um respeitado currículo profissional, o empresário foi destaque na realização de palestras que envolvem o tema. E nos tempos de crise, esse assunto se tornou ainda mais relevante, tendo em vista a necessidade de enfrentar os problemas que aparecem nas mais diversas empresas.

Em agosto de 2015, a palestra “Liderar e construir oportunidades em tempos de crise”, comandada por Duda Melzer, foi referência no LIDE (Grupo de Líderes Empresariais). Diversos empresários puderam acompanhar uma mensagem inspiradora transmitida no decorrer da apresentação, que discutiu sobre o atual cenário do país e como adotar a melhor estratégia diante da crise econômica. Para isso, ressaltou o palestrante a importância de encará-la de frente, focar e trabalhar a longo prazo, já que não é possível saber precisamente quando essa situação chegará ao fim.

Duda Melzer enfatizou a necessidade de haver interação entre os empresários, sendo fundamental para encarar a complexidade que esse quadro representa. Dessa forma, é preciso ter responsabilidade, percepção, equilíbrio e maturidade para coordenar as atividades nesse momento de crise, e essas características são indispensáveis para obter um resultado positivo. Além disso, salientou a respeito dos quatro pilares do Grupo RBS, essenciais para o sucesso da empresa, que são: pessoas certas, foco, disciplina e comunicação.

Durante esse estado crítico, eliminar o que não tem valor e que apenas consome energia, bem como tirar da agenda o que não tem necessidade, fazem parte do processo de evolução. Logo, definir seu perfil de liderança é imprescindível para deixar sua cara dentro da empresa. A experiência de Duda Melzer, que cursou MBA na Universidade de Harvard, EUA, e se tornou presidente do Grupo RBS com menos de uma década de atuação na empresa, é enriquecedora. E isso favoreceu para o grande triunfo da palestra.

O empresário busca sempre implantar novas ferramentas de gestão de pessoas, e com isso consegue alcançar inovação e dinâmica, tendo o capital humano como base para o êxito das conquistas. E toda essa dedicação tornou o Grupo RBS umas das empresas de comunicação mais prestigiadas nacionalmente. Duda Melzer, já eleito Empreendedor do Ano, aproveitou o encontro para tratar assuntos que atingisse todos os níveis empresarias, seja de grande, médio e pequeno porte. O fator humano é a garantia que as empresas possuem para se manter em alta nos momentos de incertezas econômicas, indicou o empresário.

À vista disso, espera-se que os líderes atuantes no país estejam preparados para enfrentar os momentos de turbulência, com muita motivação e força de vontade para trazer mudanças, alinhado a uma nova concepção de liderança, capaz de impulsionar as novas gerações de profissionais e empresas no mercado. Uma cultura voltada para o engajamento inovador e social é o mínimo necessário para conquistar resultados de forma colaborativa e contributiva, reforçou o líder empresarial.

 

Polícia ambiental diz que enquanto não houver leis mais severas o tráfico de animais continuará existindo

Em São Paulo, na chamada “Feira do Rolo”, os traficantes de animais estão espalhados na multidão. O movimento é grande e os criminosos transportam os animais em gaiolas de madeira. Essas gaiolas são extremamente minúsculas e mais de um pássaro costuma dividir essas gaiolas. Os traficantes usam até caixa de leite vazia para transportar o pássaro. É em uma rua na zona Leste de São Paulo que os criminosos vendem os animais capturados de maneira ilegal.

Vendedores e compradores se reúnem nessa rua pelo menos uma vez por semana. Pela lei, é preciso ter uma licença do IBAMA para guardar ou transportar animais silvestre. A pena vai de multa a prestação de serviços comunitários. Com uma punição fraca dessa, os traficantes sempre procuram voltar as ruas para praticar o mesmo crime. O esquema montado pelo tráfico de animais começa bem longe desta rua.

Serra da Tiririca, Niterói, RJ. Nesse lugar existe uma floresta densa, com quase 3500 hectares de área verde e uma fauna rica. Os traficantes de animais também estão nesta mata. Eles ficam escondidos a espera das presas. Para esses traficantes, quanto mais raro é o animal, mais valioso ele será no mercado negro. De janeiro a maio de 2016, o batalhão da Polícia Ambiental do Rio de Janeiro, apreendeu 57 espingardas de caçadores. Dez pessoas foram presas acusadas de capturar e comercializar animais silvestres. Segundo a polícia, depois da captura ilegal, os traficantes escondem os animais em cativeiros irregulares e só com a ajuda da população é possível descobrir esses esconderijos.

As feiras ilegais de pássaros acontecem em várias regiões do Estado. Pássaros raros são retirados da natureza e vendidos no mercado negro. O que valoriza a venda e a grande procura por esses pássaros são o canto. Os bichos são usados em “badernas”, como são chamadas as competições de canto.

“É muito mais bonito você abrir uma janela, olhar para uma árvore e ver um pássaro cantando, do que ver ele preso em uma gaiola, triste. Aquele canto é nada mais do que um lamento. É um choro do animal”, diz o Cel. do Comando da Polícia Ambiental, André Vidal.

Segundo a polícia, os criminosos agem em 12 feiras livres no Rio de Janeiro. Santa Cruz, Vila Kenndy, Nilópolis, Belford Roxo, Acari, Tijuca, Caxias, Honório Gurgel, Neve, Gradim, Alcântar e Piabetá. Para a polícia, a falta de uma punição mais severa é a única explicação. “Você ganha dinheiro fácil, vai para delegacia, responde alguma coisa, mas sai impune”, diz a veterinária da Polícia Ambiental, Cap. Fabíola Ribeiro.

Nas feiras os criminosos não negociam apenas pássaros, até macacos são vendidos nesses lugares. Papagaios, iguanas, gaviões e jabutis entre outros, também são comercializados infelizmente. Só depende da população denunciar esses assassinos e não ser receptora desses animais.

 

Veja também: Flagrantes de tráfico de animais com vários animais sendo devolvidos a natureza.