Algumas das mais lindas cidades holandesas

Resultado de imagem para Lisse holanda
Cidade de Lisse, na Holanda

A Holanda possui paisagens que vão desde as suas belas construções, até os seus maravilhosos cenários naturais que parecem ter saído de um conto de fadas. Algumas das mais lindas cidades holandesas para fazer parte de um roteiro pelo país são:

Amsterdã – Essa é uma das cidades mais descontraídas do continente europeu. A cidade oferece inúmeras atrações, como museus, casas noturnas, cafés e galerias de arte. Essa cidade também é conhecida como a Cidade das Flores, já que ela abriga diversos jardins e o imperdível mercado de flores flutuante de Amsterdã.

Maastricht – Essa cidade além de ser a mais antiga cidade holandesa, ela é considerada uma das mais lindas do país. Esse destino é inesquecível, especialmente para aqueles que adoram construções históricas. Com apenas 120 mil habitantes, essa cidade apesar de muitas histórias antigas, possui muitos jovens que frequentam as suas universidades.

Groninga – Essa cidade também possui diversas construções arquitetônicas, além de canais e jardins. Groninga também é uma cidade universitária, e possui diversos museus e catedrais. Vários festivais são organizados nessa cidade, que é a capital da província com o mesmo nome.

Arnhem – Essa cidade foi cenário de diversos episódios históricos, especialmente conflitos, já que a sua localização fica nas margens do rio Reno, sendo um ponto estratégico do continente. A cidade mantém a sua história preservada em galerias e museus.

Haia – Nessa cidade estão localizadas diversas instituições políticas, como a sede do governo e as embaixadas. Os habitantes da cidade consideram ela a verdadeira capital da Holanda. A sua arquitetura apresenta edifícios modernos e construções históricas, mostrando um verdadeiro contraste arquitetônico.

Lisse – A cidade possui campos de tulipas e moinhos de vento, cenários famosos desse país. É nela que fica  Keukenhof,  um gigantesco jardim com mais de sete milhões de bulbos de tulipas, que florescem na primavera. A cidade também apresenta praças pequenas e lojas, sendo possível caminhar pelas suas ruas floridas por inúmeras espécies.

Alkmaar – Esta cidade é conhecida por ser uma das Cidades do Queijo da Holanda, sendo que o seu Mercado do Queijo é um dos principais pontos turísticos da cidade. Alkmaar também apresenta diversas igrejas, cafés, galerias, o Museu dos Beatles e o Museu da Cerveja.

 

O Brasil atualmente possui diversos índices para que sejam avaliadas as taxas de emprego, o crescimento da economia, a inflação e o desemprego. Mas agora o país passará a ter um índice para calcular o patrimônio natural, o PIV (Produto Interno Verde), que irá avaliar os recursos da natureza como florestas, fontes de energia e rios. O presidente brasileiro aprovou um projeto de lei, que já tinha sido aprovado pelo Congresso Nacional, tornando lei esse cálculo do patrimônio natural brasileiro. Roberto Olindo, presidente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), falou que esse novo índice passará a integrar um grande conjunto macroeconômico de contas do Brasil. Para recebê-lo será preciso um relato detalhado dos recursos naturais, como vegetação, fontes de energia e água, para que seja possível calcular as consequências das atividades lucrativas e do aumento econômico do Brasil, sobre esse patrimônio natural. Em cima desses dados, poderão planejadas as medidas para o crescimento sustentável. O presidente do IBGE ainda declarou, que as pesquisas das riquezas naturais serão realizadas conjuntamente entre o IBGE e os órgãos responsáveis de cada departamento, como a Agência Nacional de Águas, a Empresa de Pesquisa Energética, o Serviço Florestal Brasileiro e por outros órgãos existentes. Esse índice irá repercutir na economia, o que foi realizado no período de um ano, sempre avaliando o quanto se gastou não só com maquinário, mas o quanto se desperdiçou de recursos naturais, o que será um dado muito importante para o planejamento, explicou Roberto Olindo. Ele declarou ainda, que atualmente as consequências ambientais ainda não são totalmente conhecidas aqui no Brasil, sendo que esse índice é para promover os conhecimentos necessários ao país, de dados detalhados sobre os recursos naturais, e saber ainda de que forma o crescimento econômico pode influenciar nesses recursos. O presidente do IBGE indicou como exemplo a água, já que é de extrema importância ter o conhecimento da quantidade de água existente no país, e também a maneira como ela é usada pela atividade econômica e pelos lares brasileiros. A lei que foi criada também prevê que o cálculo seja feito pelo IBGE e seja publicado todo ano. Por incluir características amplas e complexas, não existe a possibilidade de fixar uma data para o começo da divulgação desse novo índice, acrescentou Roberto Olindo.

O Brasil possui 26 estados e o Distrito Federal, distribuídos em uma extensão total de 8.514.876 km². Com essa dimensão continental, ele está dividido em cinco regiões: Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Os maiores estados brasileiros são:

Amazonas – O maior estado brasileiro possui uma extensão de 1.570.745 km², e as suas principais atividades econômicas são a mineração, o extrativismo, a pesca e a indústria. As suas mais importantes influências são as indígenas, com um quarto da população nacional de índios vivendo no Amazonas, e a nordestina. A grande parte do seu transporte de cargas e de pessoas, é feita pelos rios Amazonas, Madeira e Negro.

Pará – O segundo maior estado do Brasil possui uma extensão de 1.247.689 km², e fica na parte central da região Norte, e começou a ser colonizado em 1616, pelos portugueses. As suas mais importantes economias são a mineração e a agroindústria, sendo que a região sudoeste do estado está expandindo a cultura da soja, devido à demanda nacional.

Mato Grosso – O terceiro maior estado brasileiro possui 903.357 km² de extensão territorial, e está localizado no oeste da região Centro-Oeste do Brasil. A sua economia está baseada na mineração, na agricultura, na pecuária e na indústria. O Mato Grosso é um dos mais importantes  produtores e exportadores de soja  do Brasil.

Minas Gerais – O quarto maior estado possui 588.528 km² de extensão, e fica localizado na região sudeste. É o segundo estado mais populoso do país, com a sua capital Belo Horizonte, apresentando cerca de cinco milhões de moradores. Também é um dos estados mais ricos do país, com as suas principais atividades econômicas voltadas para o setor industrial e de serviços, para a agricultura e para a pecuária.

Bahia – O quinto maior estado brasileiro possui 564.692 km² de extensão e fica no sul da região Nordeste. Fazendo divisa com oito estados, a Bahia também possui o maior litoral do país. O estado baiano é o sexto mais rico do país, sendo que a sua economia tem por base a mineração, a indústria, o turismo, a agropecuária e o setor de serviços.

 

Vulcano Bay em Orlando tem atração de 61 metros de altura

Nesse ano de 2017, quem vai para Orlando não precisa nem procurar por novidades muito tempo. O Vulcano Bay irá ocupar o novo espaço no coração dos amantes de parques temáticos. Ainda que não tivesse essas novidades, um visitante que fosse fazer uma maratona de parques teria que passar 67 dias na cidade para conhecer cada parque e muita energia para aproveitar os atrativos.

Somente nesse ano são 30 novas atrações para aproveitar bem, apenas no Parque Vulcano Bay são 18. Para os 68 milhões de turistas que são esperados em Orlando até o fim do ano, a animação é um prato cheio.

No Vulcano Bay quem tiver uma preparação física digna de aventureiro poderá usá-la para subir os quatrocentos e trinta e sete degraus que levam ao topo do vulcão. A altura de 61 metros é um desafio para quem tem muita disposição, mas depois de chegar a recompensa é valiosa, uma vista completa para o Vulcano Bay, terceiro parque da Universal e o mais novo parque aquático de Orlando. A inspiração do cenário do parque se baseou na cultura do povo Waturi, da Polinésia.

Três opções estão disponíveis para descer do vulcão. As cápsulas que abrigam os visitantes têm uma plataforma que se abrirá sobre os pés para descer altura a baixo. São três níveis de adrenalina prontas para a descida, opção 1) uma descida suave, 2) uma descida um pouco mais radical, ou 3) uma descida desenfreada, praticamente na vertical, direta e reta. Quem não tiver coragem poderá descer tranquilamente os cansativos quatrocentos e trinta e sete degraus.

Com 15 atrações tamanho família, o parque pretende proporcionar uma diversão reunida. A facilidade de se locomover é possível pela disposição das atrações ao redor do vulcão de 61 metros de altura. Podendo ser sem boia, com boia simples, duplas ou múltiplas, não tem como evitar a diversão originada da altura mais velocidade que resulta em grande mergulho na chegada.

A maioria das atrações estão projetadas para as famílias. Bóias que acomodam até seis pessoas estão prontas para servir de diversão e reunir os parentes e amigos que sentirão emoção na pele.

Seis das melhores marcas de maquiagens do planeta

As melhores marcas de maquiagem do mundo se destacam pelas qualidades dos seus produtos, conquistando as mulheres de todo o planeta. O interessante é experimentar as diversas marcas e descobrir o melhor de cada uma delas. São uma infinidade de bases, sombras, batons, blushes, pós-de-arroz e diversos acessórios completam esse setor. Algumas das melhores marcas de maquiagem do planeta são:

Artdeco – Essa marca alemã foi criada em Munique, em 1985. Ela acabou se tornando a principal marca de maquiagem na Alemanha, e o segredo para essa evolução tão rápida, é que os seus produtos são criados para possibilitar uma maquiagem com resultados profissionais.

Bourjois – Essa marca francesa foi criada em 1863, sendo uma das empresas mais antigas de cosméticos que ainda está ativa no mercado. Essa marca possui produtos diferenciados e as suas cores são bem vivas, com muita praticidade para que as mulheres modernas possam se adaptar rapidamente.

Chanel – Fundada na década de 20 pela famosa Gabrielle Chanel, os seus produtos são conhecidos mundialmente pela sua excelente qualidade e pela sua evolução.

Christian Dior – Com a criação das suas maquiagens influenciadas por seus desfiles e com produtos seguindo a linha de tratamentos, essa marca fabrica vários itens de beleza que estão entre os melhores e os mais revolucionários do mundo. Juntamente com as fragrâncias e a alta costura, a Dior é atualmente uma das marcas de beleza mais cobiçadas do planeta, sendo usada por  modelos famosas,  celebridades e pelas socialites.

Clarins – Essa marca foi criada por Jacques Courtin-Clarins, que dedicava um profundo respeito pela beleza feminina. Tudo começou em 1954 quando ele inaugurou o seu primeiro Instituto na capital francesa. Atualmente essa marca é considerada a melhor da Europa em produtos de tratamento de alta gama. Até hoje a família Courtin-Clarins trabalha muito para que a Clarins possa estar entre os melhores produtos do planeta.

Clinique – Essa marca foi a primeira criada por dermatologistas, e também é a primeira do mercado que cria produtos individualizados para os seus clientes, e que também são testados 100% contra alergia. Juntamente com os seus produtos de tratamento para a pele, ela possui diversos produtos de maquiagens e perfumes que já viraram tradição no mercado mundial. Essa marca conquistou o primeiro lugar no mercado norte-americano.

 

Com a força de sua mandíbula uma espécie de sapo enorme que viveu há 70 milhões de anos podia comer até pequenos dinossauros

Segundo pesquisadores que publicaram um estudo na revista Scientific Reports, um enorme sapo que vivia no território de Madagascar há cerca de setenta milhões de anos, conseguia ingerir inclusive dinossauros pequenos. Esse animal já havia sido descoberto pelos cientistas, mas o que eles desconheciam era que esse animal tinha essa capacidade, se tornando um dos maiores predadores da sua época, que foi no período Cretáceo. Eles chegaram a essa conclusão sobre essa espécie chamada de Beelzebufo ampinga, depois que eles estudaram a mordida de espécies da mesma família que são encontrados na América do Sul, como os sapos que são conhecidos como sapos-de-chifre.

O biólogo e também professor da Universidade Politécnica do Estado da Califórnia, nos EUA, Kristopher Lappin, explicou que esse estudo foi o primeiro que conseguiu captar a força de uma mordida desses animais. Lappin, que foi também o coautor da pesquisa, disse ainda que devido à sua experiência, os sapos-de-chifre possuem uma mordida muito surpreendente e não costumam deixar a sua presa fugir. A conclusão que se chega é que o enorme sapo Beelzebufo, deve ter tido uma mordida ainda mais impressionante.

Mas essas espécies de sapos encontrados atualmente, são muito menores do que os antigos sapos que já foram extintos, mas o poder da sua mandíbula, faz com que eles  possam digerir espécies do seu mesmo tamanho,  ou até um pouco maiores. A pesquisa conseguiu descobrir que os menores sapos-de-chifre, possuem a cabeça com 4,5 centímetros de diâmetro, e conseguem ter uma potência de 30 newtons na sua mordida. Já os que possuem a cabeça com 10 centímetros de largura, conseguem ter uma força na sua mordida de até 500 newtons.

Os pesquisadores analisaram as proporções, levando em conta o tamanho da cabeça e a potência da mordida, e deduziram que os sapos extintos que são bem parecidos com os sapos-de-chifre, teriam a sua mordida com uma potência de cerca de 2.200 newtons, chegando perto de mordidas como a dos lobos e de fêmeas de tigre. Com o poder dessa mordida, o Beelzebufo poderia abater pequenos dinossauros ou outros animais que viviam no mesmo ambiente.