Beyoncé é tema de tese de Sociologia no Reino Unido

Image result for Beyoncé é tema de tese de Sociologia no Reino Unido

Em uma tese de sociologia a cantora Beyoncé foi escolhida para fazer parte do assunto do trabalho acadêmico que a estudante Molly Inglis realizou. Em seu trabalho sobre feminismo a estudante analisou letras que compõem as músicas da cantora, através da análise Molly Inglis pôde concluir que a cantora tem uma opinião bem particular sobre as mulheres e o sexo.

O trabalho de conclusão de curso de Molly Inglis na Universidade de Warnick, no Reino Unido, é baseado na postura e nos posicionamentos artísticos que a cantora tem durante a sua carreira de destaque. A dissertação para o seu curso de Sociologia se baseou na análise de 10 mil palavras para que fossem escritas 66 páginas em seu projeto acadêmico.

De acordo com a análise realizada por Inglis ela pode identificar que existe uma defesa da cantora e uma visão própria em relação às mulheres em suas músicas, um dos pontos que chamam a atenção é a abordagem de suas canções que tratam do sexo seguro e com consentimento. Todo o trabalho da estudante teve como base os álbuns Beyoncé” (2013) e “Lemonade” (2016). Em uma declaração a estudante afirma: (Beyoncé) encoraja as mulheres a serem sexuais, a assumirem o controle da situação num quarto e a fazerem sexo por elas mesmas, para o prazer delas”.

Image result for beyoncé

Beyoncé tem o apelido de “Queen Bey” (Rainha Bey) dado pelos seus fãs que acompanham a sua carreira desde o grupo Destiny’s Child. A imagem da cantora é frequentemente associada ao empoderamento da mulher, à força que possui e ao poder de realizar o que quiserem. No ano de 2013, a cantora usou um trecho da palestra de uma escritora nigeriana, Chimamanda Ngozi Adichie, em uma de suas canções. O trecho contém as seguintes palavras: “Todas deveríamos ser feministas”.

No álbum “Lemonade” da artista a música “Formation” é um protesto que procura denunciar a forma como a comunidade negra é tratada pela polícia. Beyoncé usou a sua influência para dar apoio ao movimento “Black Live Matters” (A vida dos negros importam). A letra dessa faixa trouxe uma observação que foi relatada no trabalho da estudante Inglis: “Eu realmente gostei da letra. Gosto de quando ela fala: agora, senhoras, ‘let’s get in formation'”. Segundo sua análise é possível obter dois sentidos para a mesma frase, um sentido é “vamos nos organizar” e outro é “vamos obter informação”.

De acordo com a estudante: “[A música] Pede que as mulheres se organizem e também que obtenham informação para ter conhecimento sobre o que está acontecendo e para protestar contra”.

Outra música do “Lemonade” que gera uma curiosidade nos fãs é “Hold up”, em que supostamente estaria falando da relação de Beyoncé com Jay Z. Esse é um assunto que interessa as pessoas que procuram saber mais do relacionamento da cantora por meio de sua arte. É possível que a cantora esteja somente narrando as dificuldades que uma pessoa pode ter em uma relação. A estudante afirma que o trabalho da cantora é importante para tratar de uma forma acessível temas como o feminismo.