Casal empreendedor cria uma cadeira fantástica para a filha com necessidades especiais

Muitos casos de empreendedorismo bem sucedido acontecem na carência do mercado em oferecer determinado produto, ou pelo preenchimento de uma lacuna criada por um serviço mal executado.

Para um casal isso ocorreu por um motivo muito mais pessoal. Sua filha de oito meses passava por dificuldades e eles precisavam dar uma solução.

Ana Paula, a filha deles, por causa de um sangramento na medula, infelizmente ficou sem os movimentos da perna. Pensando no futuro, seus pais não queriam que sua filha tivesse dificuldade para brincar com as outras crianças.

Mario Alvitti e Fernanda Teixeira pesquisaram por algo que resolveria ou amenizaria o problema, mas não encontraram nada que pudesse ajudar.

Com uma cadeira de rodas normal, quando os brinquedos da Ana caíssem no chão, ela não teria condições de pega-los por conta própria e ficaria dependente, não teria como pega-los sem pedir ajuda. E se tivesse no chão, ela teria que ficar se arrastando para apanha-los.

O pai da família afirmou numa entrevista que chegaram a procurar por algum produto que resolvesse esse problema. No Brasil não encontraram nada, e no exterior, as cadeiras que eles acharam eram incompletas, no que concerne a segurança e conforto. Por causa disso o casal resolveu fabricar a própria cadeira.

Nasceu a Fly Children

O pai da Ana Paula é do ramo imobiliário e não tinha conhecimento nenhum sobre processos de fabricação de produtos direcionados a crianças com necessidades especiais, mas isso não foi empecilho para ele. Resolveu aprender por conta própria.

Buscando ajuda de amigos da área da saúde e coletando todas as informações que conseguiam. Mario Alvitti e Fernanda Teixeira foram adaptando todos dados que conseguiam coletar. Mario se autodenomina “fuçador”.

Depois de 1 ano montando um novo produto, o casal conseguiu construir uma cadeira de rodas diferente para a sua filha. A criação é rente ao solo se comparado com as cadeiras de rodas comum, e isso possibilita que a criança explore os ambientes por conta própria.

A cadeira é colorida com um design lúdico que facilita a aproximação da criança.

O empreendedor disse que a cadeira normalizou o desenvolvimento cognitivo da sua filha, que ficou igual a das outras crianças, e que ela teve inclusão na escola, o que é muito difícil para crianças com deficiência, finalizou Mario Alvitti em entrevista para a revista Exame.

Futuro do empreendimento

O empreendimento tomou maior proporção no inicio de 2017, quando amigos e familiares arrecadaram R$40 mil reais e produziram o primeiro lote das cadeiras que foi direto para a doação.

A Fly Childrem esta realizando vendas através do seu e-commerce. O preço da cadeira é R$2 mil reais, e eles se empenham para realizar doações.