Por que algumas pessoas sentem dores nas mãos ao usar aparelhos eletrônicos?

Dores? formigamentos na mão? dormência no antebraço? Nos dedos? Se você reconheceu algum destes sintomas, principalmente durante a noite, é bem provável que você esteja acometido pela síndrome do túnel de carpo. Mas, e aí? Você já ouviu falar?

Recentemente, o site terra publicou que o uso prolongado smartphones pode também ser um dos fatores que pode provocar tal doença. Isto chama a atenção para um mundo moderno que cada vez mais requer a presença de aparelhos eletrônicos ao alcance de pessoas dependentes do mesmo para a rotina de sua profissão ou mesmo ainda para uma grande massa de adolescentes sedentos por novidades tecnológicas e comunicação instantânea na rede mundial.

O fato é que a síndrome do túnel de carpo vem tomando proporções consideráveis nos últimos tempos.

Entenda a doença

O túnel de carpo é uma passagem bem estreita encontrada no punho do mesmo lado da palma da mão, formado por ossos e ligamentos. Ele ainda protege o nervo mediano, muito importante para mão e os tendões responsáveis pelos movimentos dos dedos.

Quando este nervo sofre algum tipo de compressão, então surgem a fraqueza e dor na mão, acompanhada de formigamentos que podem se estender para o antebraço, gerando também dormências.

Como surge

Qualquer pressão sobre o nervo mediano pode influenciar os sinais nervosos e interferir no tato e movimento das mãos. Entretanto, não se sabe o que pode causar tal esmagamento, apesar de se saber que alguns fatores podem aumentar as chances de se desenvolver a síndrome do túnel de carpo. Tais fatores incluem lesões no pulso, gravidez, histórico familiar ou algumas condições de saúde como artrite reumatóide, diabetes hipoatividade da tireóide e algumas atividades como trabalhar com ferramentas vibratórias, tocar um instrumento musical ou qualquer atividade envolvendo trabalho manual.

Embora menos frequente , a doença também pode surgir em pessoas que possuem uma estrutura anormal do punho, como por exemplo, um conjunto de cistos ou inchacos nos tendões ou em vasos sanguíneos no túnel do carpo.

Tratamento

Dependendo da gravidade da doença, o médico indicará o melhor tratamento, que pode durar alguns meses.

É importante, evitar a prática de atividades como o uso de teclado de computador, por exemplo, o que pode retardar o alívio das dores provocadas durante o período da doença.

Alguns casos exigem procedimento cirúrgico e, por outro lado, outros são resolvidos de formas diferentes como talas de pulso, corticosteróides, acupuntura ou alguns tratamentos farmacológicos.