Lote de linguiça calabresa defumada é interditado pela Anvisa

Resultado de imagem para Lote de linguiça calabresa defumada é interditado pela Anvisa

Lote de linguiça do tipo calabresa defumada é interditado pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, por apresentar irregularidades na composição. A marca que teve o lote interditado, é a Frigosantos, que também está envolvida nos escândalos sobre a carne estragada. Segundo informações da Anvisa, a análise de microrganismos constatou Estafilococus coagulase positiva. A publicação do Diário Oficial da União, afirma que o recolhimento do produto acontecerá durante 90 dias, nesse período o frigorífico ficará proibido de comercializar ou fabricar produtos que pertença ao lote com validade 30/04/2017.

A confirmação do lote irregular, veio através de testes laboratoriais realizados pela Lanagro – Laboratórios Nacionais Agropecuários. Segundo as análises, a empresa que fabricou o lote, Indústria e Comércio de Carnes Frigosantos Ltda, apresentou condições sanitárias irregulares no lote de linguiça tipo calabresa defumada. A quantidade do Estafilococus coagulase encontrada no lote da Frigosantos, estava acima do permitido pela lei.

Desde 2001 existe um regulamento técnico com padrões microbiológicos específico para alimentos, que serve para auxiliar todas as empresas do ramo alimentício a se adequarem as normas sanitárias. Esses padrões publicados pela Anvisa, relatam primeiramente a proteção à saúde do consumidor. Os padrões têm como medida prevenir que a população seja lesada com a compra de um alimento impróprio ou adulterado. Os infratores que descumprem esses padrões e outras normas da vigilância sanitária, poderão ser penalizados por crime contra o consumidor.

A empresa Frigosantos se posicionou dizendo que está inconformada com o resultado da análise feita pelo laboratório e que já fez o requerimento de uma análise de contraprova para verificar a veracidade dessa análise. Os representantes da empresa relataram que as normas de vigilância sanitária são sempre seguidas na fabricação de seus produtos. Além disso, a Frigosantos avaliou que seus demais produtos foram analisados e nenhum deles apresentou alguma irregularidade, exceto a linguiça do tipo calabresa defumada. O recolhimento já está sendo feito pela empresa, que espera ansiosamente pela contraprova para voltar a fabricar o produto.

No meio disso tudo, quem sofre é o consumidor que não sabe mais em quem confiar. Carne estragada, azeite adulterado, linguiça com microrganismos, são tantos crimes contra o consumidor que fica difícil escolher um produto de qualidade na hora de comprar. O que não pode acontecer é o consumidor abaixar a cabeça e continuar comprando esses produtos irregulares. A primeira coisa a se zelar é a saúde, assim como a própria Anvisa já determinou, portanto, comprar produtos irregulares sabendo desse erro, é o mesmo que contribuir para que as empresas continuem fazendo isso. O mesmo vale para a carne, se ainda existir pessoas que comam carne estragada, as indústrias continuarão a distribuir carne estragada para a população.

 

Veja a importância de não comer carne.

Ministra Luciana Lóssio discute sobre a presença feminina no direito

Luciana Lóssio é homenageada em seminário nomeado “Mais Mulheres do Direito? Representatividade feminina” por sua forte contribuição no Direito Eleitoral do Brasil e sua luta pela valorização feminina na sociedade

No fim do mês de março, a ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luciana Lóssio, marcou presença em um evento que ocorreu em Curitiba cujo assunto em pauta se referia à representatividade feminina na política brasileira. Considerada uma das figuras femininas mais engajadas, atualmente, encontradas no cenário político do país, a juíza vem lutando firmemente para alcançar a participação igualitária de gêneros por meio do incentivo ao crescimento no número de mulheres para desempenhar funções e exercer atividades nesta área.

Além de Luciana Lóssio, que também é Conselheira do Conselho Nacional de Direitos Humanos e Presidente da Associação de Magistrados Eleitorais da Ibero-Americana, ministraram durante a conferência como palestrantes da reunião a Doutora em Direito Público e professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Eneida Desiree Salhado, a desembargadora Estadual Joeci Machado Camargo e a Juíza Federal Vera Lucia Feil Ponciano.

O foco principal das discussões foi sobre a representatividade feminina deficitária frente à área de Direito com possibilidades de atuação como magistradas, promotoras, advogadas ou juristas, e no campo eleitoral, seja como mandatárias, candidatas ou eleitoras. Foram abordados tópicos como as alterações apresentadas pela reforma eleitoral do país em relação à presença de mulheres na política, sua real aplicação na disputa do ano anterior e exposição de sugestões para o aperfeiçoamento das futuras eleições a serem praticadas no Brasil.

O evento em questão foi organizado pelo Instituto Paranaense de Direito Eleitoral (Iprade), em parceria com a seccional paranaense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PR). A sede curitibana da OAB foi escolhida para sediar o seminário intitulado “Mais Mulheres do Direito? representatividade feminina”, realizado pelas Comissões da Mulher Advogada e de Direito Eleitoral pertencentes às citadas instituições.

Devido ao encerramento do mandato de Luciana Lóssio como ministra do TSE, que ocorrerá no início de maio, as instituições OAB-PR e Iprade aproveitaram para prestar uma homenagem pela importante colaboração nas funções desempenhadas em suas áreas de atuação. A incansável luta pela valorização feminina dentro da sociedade, a grande contribuição ao Direito Eleitoral Brasileiro e o admirável trabalho que desempenha na Corte Eleitoral foram pontos ressaltados durante o acontecimento. Luciana vem atuando no Tribunal Superior Eleitoral desde o início de 2013, sendo a primeira mulher nomeada para preencher uma das vagas da instituição e a quarta a integrar de maneira permanente o TSE.

No começo de abril, foram indicados pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) os nomes dos advogados Sérgio Silveira Banhos, Carlos Bastide Horbach e Tarcisio Vieira de Carvalho Neto como opções para ocupar o lugar da ministra, sendo o substituto escolhido pelo Presidente em exercício. Uma vez que, por tradição, a cadeira disponível é ocupada pelo ministro substituto que possui mais tempo desempenhando a função, é esperado que Michel Temer determine que Vieira Neto assuma o cargo deixado por Luciana Lóssio após o término de seu mandato.

 

Estudo revela que ter cabelos brancos precocemente pode indicar doenças cardíacas

Resultado de imagem para cabelos brancos precocemente

envelhecimento dos seres humanos. Os cabelos brancos, ou grisalho, são muito mais comuns atualmente, do que eram há alguns anos. Esse aumento foi atribuído ao estresse do dia a dia que vivemos atualmente. No entanto, um estudo recente contraria essa tese e faz um alerta muito importante: Quando eles aparecem precocemente, podem indicar algum problema de saúde.

O estudo que identificou essa ligação quase imperceptível, foi realizado pela Universidade de Cairo. Os pesquisadores da universidade identificaram uma ligação inusitada entre os cabelos brancos e a maior probabilidade de doenças cardiovasculares. A pesquisa revelou que o processo biológico capaz de tornar os cabelos brancos, é o mesmo que causa doenças como a aterosclerose (doença caracterizada pelo acúmulo de gordura nas paredes das artérias, que acabam por obstruir a passagem de sangue e oxigenação do corpo).

Esse processo da doença, envolve uma série de problemas nas células, dentre eles: inflamações, alterações hormonais, dificuldade de reparar as células do DNA, estresse oxidativo e senescência (problema responsável por envelhecer as células involuntariamente). É por causa desse envelhecimento, causado por uma doença cardiovascular, que os cabelos começam a ficar brancos precocemente.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores estudaram 545 homens adultos através de uma tomografia computadorizada. Para analisarem corretamente, os participantes foram divididos em dois grupos diferentes que levou em conta o estado das artérias e o número de cabelos brancos dos voluntários. Dessa forma, eles receberam uma classificação em uma escala que mede de 1 a 5, que representava o cabelo totalmente preto, grisalho e totalmente branco. Para que não houvesse nenhum erro na observação, a classificação foi realizada por dois observadores diferentes.

O resultado apontou que os voluntários classificados no nível 3, apresentavam um risco maior de desenvolver uma doença no sistema circulatório. Essa classificação representa o equilíbrio entre os fios brancos e pretos, ou seja, o fio grisalho. Outro dado ainda revelou que os homens que possuíam artérias mais danificadas, gordura corporal mais elevada e pressão sanguínea alta, eram classificados como os mais grisalhos. A pesquisadora Irini Samuel revelou em entrevista: “O envelhecimento é um fator de risco para problemas circulatórios, e, associado a sinais dermatológicos [como a perda de cabelo], podem significar risco acentuado”.

A pesquisadora afirmou que possivelmente, os cabelos brancos poderão ser utilizados como um sinal de doenças cardiovasculares. No entanto, para isso acontecer, será preciso muito mais estudos com a ajuda de especialistas em dermatologia. Ela revelou: “É preciso um estudo maior, que envolva homens e mulheres, para confirmar a associação entre cabelos grisalhos e riscos de problemas cardiovasculares, em pacientes sem quaisquer outros fatores de risco”.

 

Veja também como a alimentação pode prevenir qualquer tipo de doença.

 

Elefantes ficam presos em lago de lama no Camboja

 

Resultado de imagem para Elefantes ficam presos em lago de lama no Camboja

Um lago formado após uma explosão no Camboja, acabou se tornando uma armadilha mortal para diversos elefantes. Ao todo foram onze elefantes asiáticos que ficaram presos no primeiro final de semana do mês de abril. O acidente aconteceu quando os animais seguiam para o leste do país, na província de Mondulkiri, em direção ao reservatório de água no “Santuário Keo Seima da Vida Selvagem”.

A bomba que originou o lago de lama explodiu durante a Guerra do Vietnã (1955-1975), no entanto, o buraco foi alargado pelos fazendeiros que moravam ali perto para poder armazenar água. Com a pouca chuva, o lago virou uma gigante poça de lama, que fez com que os animais atolassem dentro dele. Os elefantes foram vistos atolados pelos próprios agricultores e moradores da região. A primeira ação deles foi chamar as autoridades do local, a ONG responsável por preservar a vida selvagem em todo o mundo, “Wildlife Conservation Society (WCS)”. É a ONG que cuida dos elefantes da cidade de Mondulkiri, “Elephant Livelihood Initiative Envionment (ELIE)”.

O técnico da WCS, Tan Setha, alegou em comunicado: “Se a comunidade não tivesse se reunido com a WCS, a ELIE e o Departamento de Meio Ambiente para resgatar esses elefantes, isso teria sido uma tragédia”, segundo ele, os animais teriam morrido em pouco tempo. Setha ainda explicou: “Esse rebanho consistia de três fêmeas adultas e oito jovens de várias idades, incluindo um macho que tinha quase atingido a maturidade. Estes elefantes representam uma parte importante da população reprodutora do santuário e sua perda teria sido um grande golpe para a conservação.”

Os órgãos responsáveis pela preservação desses animais e a comunidade local, irrigaram boa parte da lama para facilitar a saída dos elefantes. Feito isso, a maioria deles conseguiram sair sozinhos de dentro do lago, somente um elefante acabou ficando dentro la dentro. Ele foi retirado com a ajuda dos voluntários através de cordas amarradas em torno do animal. No final tudo acabou bem, o resgate foi bem-sucedido e os animais puderam se alimentar após sair do lado.

O diretor da WCS, Ros Sinclair, afirmou em comunicado: “Este é um grande exemplo de todos trabalhando juntos no Camboja para salvar a vida selvagem”, Ross Sinclair ainda revelou: “Muitas vezes as histórias em torno da conservação são sobre conflito e fracasso, mas este é um sobre cooperação e sucesso. Que o último elefante a ser resgatado precisava que todos o puxassem juntos. É simbólico e representa como temos de trabalhar em conjunto para a preservação”.

O Camboja mantém o santuário Keo Seima como um dos principais habitats de diversos animais, dentre eles os elefantes, tigres e primatas. O santuário é muito importante para a preservação da vida selvagem de diversas espécies.

 

José Henrique Borghi conquista 5 novas contas para integrar sua carteira de clientes

Mullen Lowe Brasil de José Henrique Borghi conquista 5 novas contas firmando parcerias com renomadas empresas atuantes em diferentes segmentos do mercado

Harley-Davidson, Hammerite, Casa & Vídeo, Sparlack e Coral são as grandes novas contas adquiridas recentemente pela Mullen Lowe Brasil. Dentre estas 5 contas, uma delas, depois de alguns anos, retornou para ser representada pela agência mais uma vez. A parceria estabelecida entre a agência do publicitário e a rede varejista carioca Casa & Vídeo durou cerca de 2 anos, durante o período de 2013 a 2015.

Com o início de 2017 repleto de novas conquistas para a Mullen Lowe Brasil, André Gomes, co-CEO da agência publicitária, revela que o primeiro trimestre do ano foi inacreditável diante das recentes aquisições, refletindo um novo momento da empresa e um bom desempenho para este ano. “Passamos a trabalhar com marcas desejadas pelo consumidor e aumentar a nossa participação em três novos segmentos que possuímos expertise”, destacou Gomes com grandes expectativas.

José Henrique Borghi comenta que a possibilidade de poder firmar parcerias com novos clientes, em segmentos diferentes e com marcas renomadas e amplamente conhecidas proporciona excelentes oportunidades para todo profissional criativo. Segundo ele, com algumas das campanhas já aprovadas, a equipe está preparada para consolidar importantes parcerias com outros novos clientes.

Premiada mente criativa

Considerado uma das mentes mais criativas do mundo publicitário no país, José Henrique Borghi ocupou a 9ª posição da lista dos 20 publicitários mais influentes do Brasil, conforme publicação da revista GQ Brasil lançada em abril de 2015. Dois de seus mais famosos trabalhos que ganharam grande repercussão foram as famosas campanhas do tempero Sazón, com o popular refrão “É o amor” da música gravada pela dupla sertaneja Zezé de Camargo e Luciano, e, da Parmalat, em que crianças apareciam nas peças fantasiadas de bichos de pelúcia.

Entre os prêmios conquistados que compõe o currículo do publicitário estão 7 estatuetas do London Festival, 14 leões do Festival de Cannes, 10 premiações The One Show, prêmio de agência do ano no Festival Brasileiro de Publicidade, 11 exemplares conquistados no The New York Festival entre muitos outros.

Após graduar-se em publicidade pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCCamp), José Henrique Borghi passou por várias agências do país antes de iniciar sua carreira como empresário. Em 2002, em parceira com Erh Ray, fundou a BorghiErh, cuja sede era localizada no quintal da casa de Erh.

Tempos mais tarde, depois de ser comprada pela rede estrangeira Lowe, em 2006, e de Erh Ray deixar o negócio, a BorghiErh passou a chamar-se Borghi Lowe. Diante do grande sucesso alcançado, uma pesquisa veiculada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) mostrou que a agência atingiu a quarta colocação entre as maiores empresas de propaganda e publicidade.

Na, atualmente, chamada Mullen Lowe Brasil, José Henrique Borghi segue exercendo o cargo de CEO, na parte de criatividade e inovação, trabalhando em conjunto com o publicitário André Gomes, que atua na área de gerenciamento da companhia.

 

Caixa Econômica libera a segunda remessa do dinheiro das contas inativas e adianta o saque

O governo adiantou para sábado, 8 de abril, o resgate das contas inativas do FGTS. E de novo vai ter plantão na Caixa. São 11 bilhões de reais prontos para o saque para as pessoas nascidas em março, abril e maio. A antecipação é exatamente porque esse é o maior grupo de contas inativas no calendário de saques. Pela primeira vez teve gente que levou susto e não achou dinheiro que estava na conta inativa.

A decisão da Caixa é de abrir já no sábado para que essa leva de trabalhadores com contas inativas para dar conta de atender 7,7 milhões de pessoas. Esse é o maior grupo dos cinco que terão direito ao saque. A Caixa avaliou que era melhor criar mais uma data no fim de semana para diminuir um pouco as filas que podem se formar a partir da semana que vem.

Tem direito a sacar agora quem tem conta inativa e nasceu em março, abril ou maio, foram 1,1 milhão de pessoas que nasceram em janeiro e fevereiro, mas ainda não sacaram o dinheiro. A partir do sábado dia 7 de abril, as agências vão ficar abertas das 9h até as 15h, e os números de agências que irão funcionar no fim de semana, vai ser maior que no mês passado.

Serão cerca de 2.100 agências que estarão abertas e mais 200 agências que terão a sala de alto atendimento com empregados da caixa para orientar, esclarecer e tirar dúvidas do trabalhador. Até agora 5,9 bilhões de reais já foram sacados das contas inativas do FGTS.

Para dar tudo certo o trabalhador precisa ficar atento às regras:

Quem tem até 1.500,00 reais na conta inativa do FGTS, pode sacar no autoatendimento se tiver a senha do cartão cidadão. Até 3.000,00 reais, o saque pode ser feito no autoatendimento, nas lotéricas e também correspondentes da Caixa, com o cartão cidadão e a senha.

Acima de 3.000,00 reais, somente poderá ser realizado o saque nas agências da Caixa. Para evitar qualquer problema é bom levar a identidade, carteira de trabalho ou outro documento que comprove a rescisão do contrato. Quem for sacar mais de 10.000,00 reais, tem que apresentar esses documentos.

Tem muita gente preocupada porque entrou essa semana no site ou no aplicativo do FGTS e não encontrou o saldo das contas inativas. Calma que o dinheiro está lá. A Caixa Econômica explicou que isso acontece com todos os trabalhadores que tem o direito de sacar agora. Isso acontece porque a legislação permite que o saque seja feito diretamente da conta inativa, e para garantir que o dinheiro estará liberado no sábado, o banco teve que transferir o saldo da conta inativa para uma outra conta. Uma que já foi indicada pelo correntista da Caixa, ou uma conta que o banco está criando especificamente para efetuar esse saque.

2,3 milhões de trabalhadores têm conta na caixa e não precisarão ir até a agência. O dinheiro vai cair direto na conta já no sábado. Só esses trabalhadores receberão 3 bilhões de reais. Ao todo são 11,2 bilhões de reais que poderão ser sacados só por este grupo. Esse dinheiro deve ajudar a aquecer a economia. Mas nunca é demais lembrar que os tempos ainda são difíceis, a taxa de desemprego está alta e por isso não dá para se empolgar e sair gastando.

 

Veja também: Dicas de como poupar melhor o seu dinheiro.

 

Cenouras coloridas chegarão no Brasil 

Image result for cenouras coloridas

Parece uma daquelas transgenias criadas em laboratório, mas não são. As cenouras coloridas são alimentos totalmente naturais e riquíssimos em diversos nutrientes importantes para a saúde humana. A boa notícia é que elas chegarão em breve no Brasil, para que todos os brasileiros possam desfrutar das delicias de comer as cenouras coloridas.

Elas ficaram bastante famosas por causa da Mister Rabbit’s Farm, uma empresa americana especializada em produzir e vender minicenouras coloridas. A cenoura sempre foi colorida, há 5 mil anos elas possuíam as colorações: roxo, branco, vermelho e amarelo. Até que o cultivo em grande escala para atender a demanda mundial, fez com que essa seleção de cenouras coloridas fosse diminuindo e sobrasse apenas a cenoura de cor laranja.

A cenoura de cor laranja dominou o mercado mundial a partir do século 16. No entanto, alguns pequenos agricultores ainda produziram as cenouras coloridas para o consumo próprio, o que fez com que as espécies fossem preservadas. Pequenas e com cores vibrantes, elas chegarão no Brasil sem cascas e lavadas. Andrea Forlenza, que é nutricionista e diretora da Nutravie, afirmou: “Essa possibilidade traz benefícios, porque as cores representam substâncias ativas diferentes”.

A nutricionista Andrea Forlenza falou sobre a importância nutricional de cada cor das cenouras:

A cenoura roxa, contém grandes quantidades de antocianinas, que é muito importante para o bom funcionamento do coração e da cognição. Os alimentos vermelhos são ricos em carotenoides e em outras substâncias que agem na prevenção de câncer, como é o caso da cenoura de cor vermelha. Outra bem parecida na cor é a cenoura de cor laranja, a mais comercializada, ela é rica em betacaroteno, um nutriente que fortalece a imunidade do corpo e deixa a pele mais bonita. A amarela possui grandes níveis de luteína e zeaxantina, nutrientes importantíssimos para a proteção dos olhos. Por último a cenoura de cor branca, ela é rica em flavonoides, uma substância indispensável na manutenção das artérias e no bem-estar do ser humano.

Andrea ainda dá dicas de como consumir essa variedade de cenouras que só tem a contribuir para o nosso organismo. No geral, elas devem ser incluídas na alimentação como se faz com a cenoura de cor laranja, não há nenhuma regra específica para isso. Elas podem ser misturadas em saladas, temperadas com azeite e outros temperos de uso comum. A única observação é que as cenouras devem ser consumidas com alguma gordura, para que a absorção de seus nutrientes seja ainda melhor.

Outra característica muito importante no consumo das cenouras coloridas ou de qualquer outro alimento, é que ele seja orgânico. Os alimentos orgânicos são livres de agrotóxicos e pesticidas que são prejudiciais e cancerígenos. Além disso, os alimentos orgânicos conseguem concentrar um número muito maior de nutrientes e tem sabores mais acentuados que os convencionais.

 

 

Alexandre Gama foi o palestrante convidado para o primeiro encontro do ano do LIDE SC

O evento, que aconteceu no dia 31 de março, em Florianópolis, reúne as maiores lideranças empresarias do estado.

O primeiro debate do LIDE Santa Catarina – organização que reúne os principais líderes empresariais do estado – este ano, aconteceu no último dia 31 de março, na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis, e foi exclusivo aos filiados do Grupo de empresários. O encontro debateu o tema “O poder das ideias e as novas mídias” e quem conduziu o primeiro almoço-debate foi um dos publicitários mais premiados do Brasil – o CEO da agência Neogama, Alexandre Gama.

O CEO – que, no mundo da propaganda, é reconhecido internacionalmente – falou sobre as novas mídias e salientou a importância para o posicionamento das empresas no mercado, da conscientização de que, hoje, estamos vivendo em um momento de rompimento. Para o palestrante, é essencial que os negócios percebam as mudanças de comportamento na sociedade e a relevância da comunicação nesse contexto. “A maioria aqui nasceu em uma época, mas está com os pés em outra”, chamou a atenção Alexandre Gama, que ainda acrescentou – “a disrupção pode ser encarada como um desafio ou oportunidade. “

Para o CEO da Neogama – empresa, inclusive, que foi fundada por Alexandre Gama, em 1999 – é preciso parar de procurar respostas e começar a trabalhar nas perguntas. Ele é a favor que as empresas assimilem o modo como o mercado age para responder a demanda da maneira mais perspicaz possível – no entanto, que para isso, elas não percam a identidade. Planejamento e criatividade, com valorização de novas ideias pode ser uma boa saída.

Quem também aproveitou a ocasião para reforçar algumas ideias foi o presidente do LIDE Santa Catarina, Wilfredo Gomes. Ele salientou a importância do intercâmbio de conhecimentos que os encontros do grupo de lideranças empresariais do estado propiciam e reforçou o calendário para 2017 – “Estamos com palestras excepcionais para o crescimento do empresariado catarinense. Grandes nomes irão participar dos próximos debates, enriquecendo ainda mais o trabalho desenvolvido no Estado”, acentuou o Wilfredo Gomes.

Confira algumas das instituições filiadas no LIDE Santa Catarina:

ACAERT, ADI, Angeloni, Anjo Tintas, Banco BTG Pactual, Báscara Investimentos Imobiliários, Brognoli, Calcard, Coan Gráfica, Copobras, Cremer S/A, Diário Catarinense, Dot Digital Group, Dotz, ENGIE, Fiesc, Flex Contact Center, Gasparino Farbo Lebarbenchon Roman Sachet e Marchiori Sociedade de Advogados, GK Company, Grupo Habitasul, Grupo RIC SC, Guerreiro Negócios Imobiliários, Hotel Majestic Palace, Intelbras, Menezes Niebuhr Advogados Associados, Minister Vigilância, Multicorp, Multilog, Neoway, Nexxera, Onewg, Ponta dos Ganchos Resort, Portobello, SC Gás, Sebrae/SC, Sicoob, Softplan, SPR Investimentos e Participações, Taroii Investments, Taschibra, Têxtil RenauxView S/A, TGB – Terminal Graneleiro da Babitonga, Villaggio Grando Boutique Winery, RRS Advogados Associados e 9mm Propaganda.

Sobre Alexandre Gama

Alexandre Gama já recebeu importantes prêmios em todo o mundo por conta de seus bons trabalhos no campo da propaganda. Ele é carioca, tem 59 anos de idade e é o fundador da empresa em que hoje também é CEO, a Neogama. Em seu vasto currículo, está, por exemplo, a participação no Global Creative Board – um comitê formado por seis líderes criativos da Holding Mundial Publicis Groupe.

Terceira versão da Base Nacional Comum Curricular é apresentada pelo Ministério da Educação

Finalmente no último dia 6 de abril, a terceira e última versão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o ensino infantil e fundamental foi apresentada pelo Ministério da Educação (MEC). O texto – que, inicialmente, estava previsto para ser finalizado em junho do ano passado – não trata do ensino médio.

Considerada fundamental para diminuir as desigualdades na educação, a BNCC define as linhas gerais do que deve ser ensinado a cada ano para os alunos das 190 mil escolas brasileiras. O documento, no entanto, ainda precisa passar pela aprovação do Conselho Nacional de Educação (CNE) e, em seguida, ser homologada pelo ministro da Educação.

Ainda, depois de serem cumpridas essas etapas, a Base Nacional Comum Curricular só terá efeito em sala de aula quando os estados e municípios reelaborarem os seus currículos – para isso, eles terão um prazo de até dois anos após a homologação pelo MEC. É atribuição desses currículos detalhar como será abordado cada uma das metas ou cada um dos eixos da BNCC nas escolas.

De acordo com a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro, a forma de implementação da Base dependerá dos currículos adotados pelas escolas. Ela também elogiou o trabalho do Ministério da Educação -“Pela primeira vez, o Brasil terá uma base que define o conjunto de aprendizagens essenciais a que todos os estudantes têm direito na educação básica”, salientou Maria Helena.

Confira os principais destaques da BNCC

  • O ensino religioso não faz mais parte da terceira versão do documento. A disciplina constará como optativa;
  • O conteúdo de história passa a ser organizado conforme cronologia dos fatos;
  • A língua inglesa agora será obrigatória e passa a ser ensinada nas salas de aula a partir do 6º ano do ensino fundamental. Na versão anterior, a escolha da língua estrangeira ficava a cargo das redes de ensino;
  • O conceito de gênero não é trabalhado no conteúdo. De acordo com o MEC, o texto defende “respeito à pluralidade”.
  • Essa versão da Base Nacional Comum Curricular aponta dez competências que os alunos devem desenvolver ao longo do ensino infantil e fundamental. Entre elas está “utilizar tecnologias digitais de comunicação e informação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética”;
  • Agora, segundo a terceira versão, toda criança deve estar plenamente alfabetizada até o fim do segundo ano. Antes, o prazo era até a terceira série.
  • A Educação infantil, por sua vez, ganha parâmetros de quais são os “direitos de aprendizagem e desenvolvimento” para bebês e crianças com menos de seis anos de idade.

A BNCC surge como uma referência nacional obrigatória para que as escolas desenvolvam seus projetos pedagógicos. A terceira versão do documento tem 396 páginas. Antes da BNCC, o Brasil não possuía base comum, contudo, documentos como as Diretrizes e Parâmetros Curriculares e normas federais já garantiam a padronização na elaboração dos currículos.

Casal empreendedor cria uma cadeira fantástica para a filha com necessidades especiais

Muitos casos de empreendedorismo bem sucedido acontecem na carência do mercado em oferecer determinado produto, ou pelo preenchimento de uma lacuna criada por um serviço mal executado.

Para um casal isso ocorreu por um motivo muito mais pessoal. Sua filha de oito meses passava por dificuldades e eles precisavam dar uma solução.

Ana Paula, a filha deles, por causa de um sangramento na medula, infelizmente ficou sem os movimentos da perna. Pensando no futuro, seus pais não queriam que sua filha tivesse dificuldade para brincar com as outras crianças.

Mario Alvitti e Fernanda Teixeira pesquisaram por algo que resolveria ou amenizaria o problema, mas não encontraram nada que pudesse ajudar.

Com uma cadeira de rodas normal, quando os brinquedos da Ana caíssem no chão, ela não teria condições de pega-los por conta própria e ficaria dependente, não teria como pega-los sem pedir ajuda. E se tivesse no chão, ela teria que ficar se arrastando para apanha-los.

O pai da família afirmou numa entrevista que chegaram a procurar por algum produto que resolvesse esse problema. No Brasil não encontraram nada, e no exterior, as cadeiras que eles acharam eram incompletas, no que concerne a segurança e conforto. Por causa disso o casal resolveu fabricar a própria cadeira.

Nasceu a Fly Children

O pai da Ana Paula é do ramo imobiliário e não tinha conhecimento nenhum sobre processos de fabricação de produtos direcionados a crianças com necessidades especiais, mas isso não foi empecilho para ele. Resolveu aprender por conta própria.

Buscando ajuda de amigos da área da saúde e coletando todas as informações que conseguiam. Mario Alvitti e Fernanda Teixeira foram adaptando todos dados que conseguiam coletar. Mario se autodenomina “fuçador”.

Depois de 1 ano montando um novo produto, o casal conseguiu construir uma cadeira de rodas diferente para a sua filha. A criação é rente ao solo se comparado com as cadeiras de rodas comum, e isso possibilita que a criança explore os ambientes por conta própria.

A cadeira é colorida com um design lúdico que facilita a aproximação da criança.

O empreendedor disse que a cadeira normalizou o desenvolvimento cognitivo da sua filha, que ficou igual a das outras crianças, e que ela teve inclusão na escola, o que é muito difícil para crianças com deficiência, finalizou Mario Alvitti em entrevista para a revista Exame.

Futuro do empreendimento

O empreendimento tomou maior proporção no inicio de 2017, quando amigos e familiares arrecadaram R$40 mil reais e produziram o primeiro lote das cadeiras que foi direto para a doação.

A Fly Childrem esta realizando vendas através do seu e-commerce. O preço da cadeira é R$2 mil reais, e eles se empenham para realizar doações.