Viajar por um longo tempo com pouca grana exige flexibilidade

A maioria das pessoas pensam que para viajar por um longo período é necessário muito dinheiro ou ser rico. Existe muita influência no Brasil de viagens para a Europa e Estados Unidos com seus altos valores, no entanto, existe também um mundo mais acessível para viajar com o propósito de conhecer a cultura do lugar, onde as experiências são mais valiosas que os bens materiais.

Se jogar no mundo de qualquer maneira não é recomendável. É importante fazer um planejamento inicial do que será preciso gastar e por quanto tempo esse dinheiro irá durar. Hoje já é possível por meio da internet trabalhar remotamente, o que abre as possibilidades de gerar uma renda independente do lugar, o ideal é o viajante identificar em que área se sente mais confortável para trabalhar e sucessivamente encontrar maneiras de fazer dinheiro viajando. As fórmulas são variadas, desde fotos, textos, vídeos, e-books ou outros meios podem ser considerados no momento de garantir o dinheiro para sobrevivência em uma viagem.

Em regiões turísticas na alta temporada é mais provável conseguir um trabalho em algum restaurante, bar ou lanchonete. Isso pode fazer o viajante ter que ficar por mais tempo em um lugar enquanto se planeja melhor financeiramente. Fazer trabalho voluntário em troca de hospedagem e alimentação também é uma maneira de economizar durante a viagem, existem sites como Workaway.info que fazem o intermédio entre os viajantes e os locais que oferecem voluntariado.

A flexibilidade é outro ponto chave em uma viagem com pouca grana, o viajante precisa estar aberto às novas possibilidades para prosseguir na sua trajetória caso algum imprevisto aconteça no percurso. Ser adaptável e maleável na necessidade é uma qualidade importante.

Assim como em uma rotina estável com um trabalho fixo, uma viagem por diversos lugares podem ter seus momentos bons ou seus momentos nem tão agradáveis, nem sempre as experiências serão apenas agradáveis, mas o que vale é o aprendizado.

Quem quer largar tudo precisa parar para pensar nos resultados que isso pode trazer a curto, médio e longo prazo. Nem sempre é fácil viajar barato, exige um planejamento e uma disciplina significativa.